Background Image

ARQUITETURA SUSTENTÁVEL

admin 11/09/2019

Sabemos que os recursos naturais são finitos e desenvolver e criar sem comprometer o meio ambiente é o desafio da sustentabilidade. Você sabe quem é fundamental nessa etapa? Confira!
Decidimos abordar nessa postagem o tema arquitetura sustentável, que é um assunto super relevante, e tem como protagonistas da mudança os profissionais de arquitetura. Afinal, cada vez mais, os projetos são elaborados e desenvolvidos com novas soluções e materiais.
Segundo a UIA (União Internacional dos Arquitetos) as áreas urbanas são responsáveis por mais de 70% do consumo global de energia e emissões de CO2, principalmente de edifícios. Nas próximas duas décadas projeta-se construir e reconstruir uma área aproximadamente igual a 60% do estoque total do mundo em áreas urbanas de todo o mundo. Isto fornece uma oportunidade sem precedente para reduzir emissões de CO2 de combustível fóssil ajustando o setor de construção global em um caminho para eliminar as emissões de CO2 até 2050. Tudo indica a crescente preocupação em poupar água, na economia de energia elétrica, no aproveitamento de luz solar, além do uso de materiais ecológicos. 
Uma atenção especial deve ser voltada para os resíduos das obras, quando separados corretamente, facilitam a reutilização em outras oportunidades.

pensativa.png

O Vidro

Você sabia que o vidro é um material que leva mais de 10 mil anos para se decompor na natureza? É isso mesmo! Portanto os benefícios da reciclagem e da reutilização do material para outras finalidades faz com que diminua o lixo em aterros contribuindo para o meio ambiente. Se você deseja saber mais sobre o descarte de vidros clique aqui.

 

fabrica-sgg-.png

A Fábrica Saint-Gobain

Com responsabilidade, o processo produtivo da Saint-Gobain Glass está ligado com a redução de resíduos sólidos e no aproveitamento dos cacos. Em cada processo de produção, cerca de 56% é caco de vidro aproveitado do processo.

Qual é a sua opinião sobre arquitetura ambiental? Queremos saber sua opinião: deixe um comentário abaixo e vamos debater! Para conhecer as outras publicações que preparamos no nosso blog clique aqui.
 

Comentários Facebook