Background Image

Concurso elege propostas inovadoras para Notre-Dame

admin 06/06/2019

O governo francês decidiu que é necessário um novo desenho para compor o elemento arquitetônico após a tragédia que ocasionou a queima da torre central e maior parte da cobertura.

img_corpo_2.png

Classificada como arquitetura gótica, também conhecida como a “arquitetura das catedrais” era inicialmente conhecida como uma arte monstruosa em comparação a arquitetura clássica.
Os próprios responsáveis por manter a instituição afirmaram que a catedral estava em avançado estado de degradação e que possivelmente a causa do fogo ter iniciado esteja ligado ao processo de renovação. 
A catedral é considerada pela Unesco um patrimônio Mundial da Humanidade pois existe a 856 anos e agora conta com ideias mais ousadas para reconstruir a estrutura. Após o presidente Emmanuel Macron anunciar o concurso, informando que desejam uma nova proposta de acordo com a fase atual da humanidade.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Alexandre Fantozzi (@alexandre_fantozzi) em

 

O autor de uma das propostas é o brasileiro Alexandre Fantozzi que defende a utilização de materiais recentes utilizando a tecnologia. No projeto, toda a cobertura é feita em vitral, resultando em uma conexão entre a terra e o céu, favorecendo a iluminação natural que se multiplica em cores através do colorido filtro dos vidros.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Alexander Nerovnya (@alex_nerovnya) em

 

O arquiteto russo Alexander Nerovnya desenvolveu juntamente com a sua equipe uma proposta em que utilizar o conhecimento para transformar em algo ainda melhor, resultando em uma conexão dos visitantes entre a história e a modernidade.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Vizum Atelier (@vizumatelier) em

 

Os arquitetos eslovacos do Vizum Atelier desenharam uma agulha que projeta luz além das nuvens com características de elementos góticos.


O monumento mais visitado do país é o de Notre-Dame com cerca de 12 milhões de visitantes ao ano, contabilizando o dobro de visitantes da Torre Eiffel com o destino de 6 milhões de turistas.


Você tem uma ideia diferente para a reconstrução? Conte para nós o que faria de diferente nos comentários!
Para conhecer as outras publicações que preparamos no nosso blog não deixe de acessar clicando aqui.

Comentários Facebook