Background Image

O que é BIM? Por qual motivo devo me importar?

admin 09/05/2019

Texto produzido por Mariana Macedo - evangelista da tecnologia BIM e de tendências tecnológicas no segmento, consultora, colunista do blog BIMExperts e professora.

img_corpo.png

A tecnologia está revolucionando tudo ao nosso redor: a maneira como vivemos, trabalhamos, nos divertimos e nos comunicamos. Isso está acontecendo tão rapidamente que se torna difícil lembrar como era a vida antes da Internet e smartphones. A arquitetura e a construção civil não são exceções, e hoje estão passando por sua maior transformação desde a introdução dos computadores em seus processos.

Nessa transformação, finalmente, deixa de se confiar na documentação simbólica 2D e passa a se tornar imprescindível algo que muito tem se ouvido falar: BIM (Building Information Modeling). Building Information Modeling é um conceito simples, trata-se de uma construção virtual, e como tal, permite simulações e que todos os envolvidos (arquitetos, engenheiros, fornecedores…) tenham acesso e trabalhem em um único ambiente.

Como o sucessor do tradicional desenho assistido por computador (CAD), o BIM agora atende a todos os interessados ao longo da cadeia, usando modelagem virtual e informações para simular qualquer aspecto do ciclo de vida de uma construção. Em outras palavras, modelos BIM podem ser usados com diversas finalidades: simulações energéticas, estimativa de custo, análise de terreno, coordenação, validação normativa…Mas BIM é muito mais sobre o processo do que sobre a tecnologia em si. 

O BIM traz a tona o que chamamos colaboração. Colaboração consiste em trabalhar de maneira conjunta para realizar uma tarefa e alcançar metas compartilhadas, ou seja, é mais do que a intersecção de objetivos comuns, como no caso da cooperação. É uma determinação coletiva profunda para alcançar um objetivo idêntico. E isso acontece justamente pelo ambiente integrado e novas formas de trabalhar que passam a existir. 

No processo tradicional, o fluxo de trabalho, geralmente, se dá de maneira linear e fragmentada, com silos de conhecimento e aspectos de rivalidade por toda parte. Dentro desse novo contexto, o ambiente passa a ser comum a todos e existe a necessidade de solucionar problemas em etapas anteriores de maneira conjunta, exigindo mudanças de comportamentos e adequação nos processos. Como processo, o BIM faz com que um edifício deixe de ser visto como resultado de esforços individuais e trás um olhar holístico. 

O BIM ainda não atingiu todo o seu potencial, talvez por isso, você não se importe agora, mas será difícil ignorá-lo. Existe um esforço gigantesco por parte do governo em adotá-lo em larga escala nos próximos anos. Grandes incorporadoras e construtoras já trabalham dentro desse formato há algum tempo. E além disso, à medida que a tecnologia muda e melhora, o BIM ganha um processo ainda mais simplificado e integrado. Sendo impossível se manter alheio.

Restou alguma dúvida? Queremos saber! Deixe seu comentário abaixo e conte para nós o que achou, ou até mesmo de que forma essa postagem te ajudou. Entenda melhor sobre o universo BIM através clicando aqui.

 

Comentários Facebook